1873101999412462
Buscar
  • Ecojardim

Folhas amareladas: por que isso acontece?

Quem tem um jardim é sempre assombrado pelas folhas amareladas ou murchas que insistem em aparecer de tempos em tempos. Esses problemas podem ter diversas causas. O amarelamento das folhas, chamado de clorose, acontece quando a planta tem pouca clorofila. Essa falta de clorofila é decorrente da fotossíntese deficiente. Ou seja: a planta está doente e pode morrer se o problema não for solucionado, pois a fotossíntese é a responsável por transformar seu alimento em energia.



Causas das folhas amareladas

Existem diversas causas para as folhas amareladas, você terá que observar atentamente cada planta do seu jardim e levar em consideração as peculiaridades e necessidades de cada espécie. Os principais motivos para folhas amarelas costumam ser:

1. Excesso ou falta de água

É a causa mais comum. Água demais mata afogadas as raízes das plantas, que não conseguem cumprir sua função, resultando no amarelamento. Para tentar salvar a planta, diminua as regas. Já a falta de água faz a planta derrubar suas próprias folhas para economizar água – o amarelamento ocorre antes da caída das folhas. Você pode tentar a recuperação aumentando a frequência das regas.

2. Temperatura inadequada

Hoje o comércio de plantas se tornou global; plantas de climas quentes são vendidas em regiões frias e vice-versa. Essas plantas podem não aguentar a temperatura local por muito tempo. Nesse caso, tente descobrir qual é a temperatura ideal para a planta.

3. Excesso ou falta de luz

Há uma tolerância de luz e sombra específica para cada planta, pois cada uma apresenta uma faixa de luminosidade ideal para fazer a fotossíntese adequadamente. Quando a planta recebe luz demais ou de menos, a fotossíntese não é realizada corretamente e as folhas amareladas aparecem. Experimente mover a planta para um local com luminosidade diferente de onde está atualmente.

4. Falta de adubo/nutrientes

Raro em plantas novas. Quando os 13 minerais essenciais que a planta necessita não são encontrados no solo, elas adoecem. Um adubo de qualidade supre de forma geral a necessidade desses nutrientes!

5. Fungos, insetos e outras doenças

Manchas, furinhos, bordas ou veios comidos e ajuntamento de bichinhos são indicadores desse caso. Podem apresentar inúmeros sintomas visuais, mas, se a planta não foi tomada completamente, é possível conter a doença tirando as folhas afetadas, trocando a terra do vaso, usando repelente orgânico, controlando a umidade e fazendo a rotação de cultura.


Sintomas da falta de nutrientes:

Veja alguns sintomas causados pela falta de cada nutriente e analise suas plantas:

Fósforo (P): crescimento lento, desenvolvimento deficiente das raízes, floração insignificante e folhagem escura, quase marrom.

Nitrogênio (N): folhas velhas ficam amareladas e as novas não se desenvolvem corretamente, ficando esbranquiçadas.

Potássio (K): pouca produção de frutos, folhas adultas apresentam bordas queimadas, florescimento fraco.

Ferro e manganês (Fe): folhas novas quase brancas e antigas apresentam bordas amareladas.

Enxofre (S): folhas novas amareladas.

Zinco (Zn): entrenós do caule mais curtos do que o normal.

Magnésio (Mg): folhas adultas pálidas, em casos graves todas as folhas caem.

Cálcio (Ca): folhas novas pálidas e enroladas.

346 visualizações
Contate-nos
arrow&v
Rua Comendador Agostinho Prada, 846
Porto Ferreira/SP 13660-180
19 3589-2148
19 99416-1221
contato@ecojardim.net.br
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS: