1873101999412462
 
Buscar
  • Ecojardim

Como cuidar de suculentas.

Se você quer ter um belo jardim mas demanda de pouco espaço e tempo, nós temos a solução perfeita para você: suculentas!

Elas são lindas, super fáceis de cultivar e são tão versáteis que podem ser usadas nos mais diversos tipos de decorações. Seja em quadro verdes ou em vasinhos espalhados pela casa, elas trarão um charme todo especial ao ambiente.



E está justamente aí uma característica importantíssima: elas são plantas que vivem bem em ambientes internos. Além de consumir pouca água, existe uma variedade imensa de espécies que apresentam os mais diversos tipos de cores, formas e texturas.

Neste artigo explicamos como cuidar de suculentas ensinando várias de dicas sobre onde colocá-las, suas preferências de luz e substrato, qual a frequência de regas e muito mais.

Confira!

Qual o melhor ambiente para suculentas?

Uma informação indispensável e de conhecimento geral, é que a maioria dos cactos e suculentas precisa de contato direto com o sol para viver. No entanto, há espécies que preferem luz indireta ou poucas horas de exposição ao sol.

É importante saber que as suculentas são intolerantes a ambientes de sombra. Por isso, é preciso separar um cantinho bem iluminado para elas. Caso você resolva cultivá-las em ambientes internos, o ideal é que as posicione bem próximas de janelas.


A primeira dica para quem quer saber como cultivar suculentas é que a luz é realmente indispensável para essas verdinhas! Portanto, observe estas condições antes de plantá-las no jardim ou posicionar o vaso em um ambiente.


Como regar suculentas?

O cuidado com as regas é um fator importantíssimo e que definirá a beleza e desenvolvimento de suas suculentas.

Essas plantinhas precisam de pouca água para viver e, por isso, há muitos problemas com excesso de irrigação.

As folhas de suculentas são carnudas e fofinhas e há uma explicação para isso. As plantas armazenam água em seu interior, tornando-as resistentes à secas.

Não há uma regra específica para as regas. Tudo dependerá da região em que você vive, do clima, da temperatura do local, do vaso que elas estão plantadas e claro, da quantidade de luz solar que estão recebendo.


Mas a rega é prática e se formos estipular um padrão para elas, podemos defini-las de forma bem simples: no verão uma vez por semana e no inverno de uma a duas vezes por mês.

E para realizar a rega, molhe apenas o solo. Evite que caia água sobre as folhinhas pois elas podem apodrecer.


Como preparar substrato para suculentas

O melhor substrato para suculentas e para cactos é a composição de areia de construção (areia de rio), terra adubada e pedriscos.

Basta misturar duas partes de terra para cada duas partes de areia e finalizar com os pedriscos. Esses pedriscos podem ser perlita, cacos de telha ou até mesmo pedrinhas de construção.

É necessário que a terra seja leve, sem torrões, para que possa drenar bem a água. As suculentas gostam de solo livre, que seja solto e bem arejado, ou seja, um solo leve.


É importante realizar a finalização com pedriscos ou alguma outra cobertura no solo, pois ajudam a reter a umidade e, consequentemente, a compactação do solo.

Se você mora em cidades litorâneas, aqui vai mais uma dica: nunca utilize areia de praia. Esse tipo de areia contém altas doses de sal e isso prejudicaria (até mesmo mataria) sua planta.


Montagem do vaso e plantio

O primeiro passo para a montagem do vaso é criar uma camada de drenagem.

Adicione cascalho (pedrisco e cacos de telha também funcionam perfeitamente) ou argila expandida. Feito isso, cubra com uma camada de manta bidim ou TNT. A manta garantirá que o substrato não seja levado embora com a água durante as regas. Após isso, adicione o substrato.

Qual o melhor ambiente para suculentas? Uma informação indispensável e de conhecimento geral, é que a maioria dos cactos e suculentas precisa de contato direto com o sol para viver. No entanto, há espécies que preferem luz indireta ou poucas horas de exposição ao sol. É importante saber que as suculentas são intolerantes a ambientes de sombra. Por isso, é preciso separar um cantinho bem iluminado para elas. Caso você resolva cultivá-las em ambientes internos, o ideal é que as posicione bem próximas de janelas. A primeira dica para quem quer saber como cultivar suculentas é que a luz é realmente indispensável para essas verdinhas! Portanto, observe estas condições antes de plantá-las no jardim ou posicionar o vaso em um ambiente.

Como regar suculentas? O cuidado com as regas é um fator importantíssimo e que definirá a beleza e desenvolvimento de suas suculentas. Essas plantinhas precisam de pouca água para viver e, por isso, há muitos problemas com excesso de irrigação. As folhas de suculentas são carnudas e fofinhas e há uma explicação para isso. As plantas armazenam água em seu interior, tornando-as resistentes à secas. A frequência e a quantidade de regas variam de acordo com espécie, clima, estação, substrato utilizado e local do plantio. Imagens: Lan DengNão há uma regra específica para as regas. Tudo dependerá da região em que você vive, do clima, da temperatura do local, do vaso que elas estão plantadas e claro, da quantidade de luz solar que estão recebendo. Mas a rega é prática e se formos estipular um padrão para elas, podemos defini-las de forma bem simples: no verão uma vez por semana e no inverno de uma a duas vezes por mês. E para realizar a rega, molhe apenas o solo. Evite que caia água sobre as folhinhas pois elas podem apodrecer.

Como preparar substrato para suculentas O melhor substrato para suculentas e para cactos é a composição de areia de construção (areia de rio), terra adubada e pedriscos. Basta misturar duas partes de terra para cada duas partes de areia e finalizar com os pedriscos. Esses pedriscos podem ser perlita, cacos de telha ou até mesmo pedrinhas de construção. É necessário que a terra seja leve, sem torrões, para que possa drenar bem a água. As suculentas gostam de solo livre, que seja solto e bem arejado, ou seja, um solo leve. A alta claridade é a iluminação ideal para o crescimento saudável das suculentas. Imagens: Yen Vu e Dmitry BayerÉ importante realizar a finalização com pedriscos ou alguma outra cobertura no solo, pois ajudam a reter a umidade e, consequentemente, a compactação do solo. Se você mora em cidades litorâneas, aqui vai mais uma dica: nunca utilize areia de praia. Esse tipo de areia contém altas doses de sal e isso prejudicaria (até mesmo mataria) sua planta.

Montagem do vaso e plantio O primeiro passo para a montagem do vaso é criar uma camada de drenagem. Adicione cascalho (pedrisco e cacos de telha também funcionam perfeitamente) ou argila expandida. Feito isso, cubra com uma camada de manta bidim ou TNT. A manta garantirá que o substrato não seja levado embora com a água durante as regas. Após isso, adicione o substrato. Pegue com muito cuidado a suculenta que deseja plantar, pois são plantas bem sensíveis. Retire as folhas envelhecidas e limpe as que restarem. Para isso, geralmente é usado um pincel com cerdas leves e macias. Segure a planta pela base e retire com o torrão todo. Coloque a suculenta no recipiente já com substrato, afofe com as pontas dos dedos e cubra o torrão com um pouco mais de substrato. Finalize fazendo a cobertura citada acima, com pedriscos ou outros materiais.


Cultivo em cachepôs

Caso suas suculentas estejam em cachepôs é importantíssimo saber que elas deverão ser regadas sem eles.

Coloque-as de volta apenas após verificar que a água já escorreu completamente. Isso evitará que as raízes fiquem em contato com a água, e consequentemente apodreçam.


Cultivo em xícaras e terrários

Se você optou por cultivar suas suculentas em recipientes que não possuem furos, precisará fazer um sistema de drenagem para que suas plantinhas não apodreçam e nós explicaremos como.


Tipos de suculentas

Existem mais de 20 mil espécies de suculentas catalogadas, que se dividem em mais de 60 famílias (como a Cactaceae, dos cactos e a Asphodelaceae, da aloe vera), o que encanta ainda mais os apreciadores deste tipo de planta!

Planta-fantasma

Rabo-de-burro

Rosa-de-pedra (Echeveria elegans)

Ripsális ou cacto-macarrão

Suculenta Francesco

Jade (clique aqui e leia o artigo completo)

Colar de pérolas

Orelha de Shrek


Fonte:

https://blog.plantei.com.br/como-cuidar-de-suculentas-corretamente/

41 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo