1873101999412462 Jardins Verticais: tudo o que você precisa saber!
Buscar
  • Ecojardim

Jardins Verticais: tudo o que você precisa saber!


Os jardins verticais deixaram de ser uma tendência para se tornar uma realidade no Brasil. Presentes nos mais conceituados projetos de arquitetura e decoração da Europa e dos Estados Unidos, nos últimos anos os brasileiros têm se rendido aos benefícios práticos das paredes verdes, além, é claro de sua inquestionável beleza.

O que é jardim vertical?

O jardim vertical nada mais é do que uma estrutura especial montada junto a uma parede contendo diferentes tipos de vegetação. São feitos de materiais leves que se adaptam a qualquer tipo de parede.

Quais são os tipos de Jardim Vertical?

Jardins verticais naturais (ou Parede Verde)

Ideal para ambientes externos, o jardim vertical natural é feito com plantas naturais de diferentes espécies. Antes da instalação, é fundamental uma análise da incidência de luz e Sol para que as plantas crescem e se desenvolvam de forma saudável.

Jardins verticais preservados

O jardim preservado é uma alternativa interessante para ambientes fechados, onde há pouca luz refletindo no local. O jardim vertical preservado é constituído por plantas naturais que passam por um processo de tratamento que conserva textura, folhagens e movimentos.

Jardins verticais musgo moss

O musgo moss é uma planta preservada de formato redondo e multidimensional. Desenvolvido de forma artesanal, é indicado para dar um toque de requinte e bom gosto a ambientes internos.

Jardins verticais artificiais (plantas Permanentes)

Desenvolvido a partir de materiais de alta qualidade, o jardim vertical permanente reproduz com perfeição formas, cores, texturas e movimentos de plantas naturais. São produzidas com seda fina e poliéster de alta qualidade.

– O que preciso de infraestrutura para implantar um jardim vertical?

Não é preciso muito para se construir um jardim vertical natural. Eles podem ser aplicados em qualquer superfície vertical externa e, em alguns casos específicos, em superfícies internas, desde que haja uma ótima iluminação e ventilação natural.

Em síntese, é preciso comportar três requisitos: um ponto de água, um ponto de dreno ou ralo próximo e um ponto de energia.

– Qual é o melhor tipo de jardim vertical para ambientes externos e internos?

Se a intenção for instalar um jardim vertical em uma área externa, o mais recomendado é o jardim natural porque oferece tudo o que a planta precisa.

Para se desenvolver de forma saudável, um jardim natural precisa de circulação de ar, iluminação solar, esse é o habitat ideal para a planta crescer forte.

Porém, em alguns casos muito específicos, é possível colocar uma parede verde em ambiente interno, desde que exista o mínimo de luz e circulação de ar.

Para ambientes fechados, como empresas, recepções de hotel e shopping center, o mais adequado é um jardim vertical preservado, artificial ou moss, uma vez que não precisam de iluminação e água.

Outro caso em que se aconselha o uso de jardim preservado, artificial ou moss é quando uma obra está finalizada e não é possível puxar um ponto de irrigação, um dreno e nem um ponto de energia.

- Como é feita a instalação de uma parede verde?

A instalação é feita de uma forma limpa, rápida e prática. Importante: a parede não precisa de nenhuma estrutura adicional, tampouco estar impermeabilizada.

A estrutura básica do jardim natural se divide em afastadores metálicos, placas modulares impermeáveis e manta de alta densidade.

Os afastadores com 4 cm de espessura garantem a distância das placas em relação à parede, evitando qualquer risco de umidade.

As placas modulares são impermeáveis e totalmente recicláveis; não propagam chamas, são flexíveis e não deformam.

A fixação é realizada por meio de buchas e parafusos especiais.

Acima das placas, coloca-se uma dupla camada de mantas de alta densidade, são grampeadas e formam bolsas, onde se coloca a muda.

– Como é realizada a manutenção de um jardim vertical natural?

A manutenção é parte importante para que se tenha um jardim vertical natural bonito e saudável.

Nesse processo é feita a poda, retirada de folhas amarelas e eventual troca de algumas espécies.

Os profissionais também cuidam da adubação, quando será feita a reposição dos nutrientes das plantas, bem como o controle das pragas.

A periodicidade depende do tipo do jardim e sua localização, e pode variar em intervalos mensais, bimestrais ou trimestrais.

– Posso regar o jardim manualmente?

Não, esse processo deve ser automatizado, a tecnologia é fundamental para o desenvolvimento do jardim vertical.

Sem irrigação automatizada, um jardim natural não vai se desenvolver e acaba não sobrevivendo.

Fontes:

https://www.verticalgarden.com.br/post/jardins-verticais-tudo-o-que-voce-precisa-saber

https://www.vivadecora.com.br/pro/paisagismo/jardim-vertical-natural/

#jardimvertical

0 visualização
Contate-nos
arrow&v
  • whatsapp
  • Facebook
  • youtube
  • Instagram
  • email
Rua Comendador Agostinho Prada, 846
Porto Ferreira/SP 13660-180
19 3589-2148
19 99416-1221